dom. jul 21st, 2019

Alexandre Baldy poderá ser o novo ministro das Cidades

Reforma administrativa do governo precisa passar pelo Congresso. Senadores cobiçam um cargo na esplanada, mas Bolsonaro defende que a Integração Nacional permaneça com o ministro Gustavo Canuto (Desenvolvimento Regional).

A Medida Provisória 870/2019, que recebeu parecer favorável do relator Fernando Bezerra Coelho (MDB), está passando por modificações. Os senadores ligados a Bezerra pressionaram e o governo aceitou desmembrar o Ministério do Desenvolvimento Regional para recriar os Ministérios da Integração Regional e das Cidades.

A pasta da Integração Nacional permaneceria com o ministro Gustavo Canuto (Desenvolvimento Regional), um nome técnico. Já o Ministério das Cidades poderá ficar com o atual secretário de Transportes Metropolitanos do governo de São Paulo, Alexandre Baldy (PP), que conta com o apoio da bancada municipalista.

Os senadores cobiçam o Ministério do Turismo, atualmente comandado por
Marcelo Álvaro Antônio (PSL), envolvido em um esquema de candidatos laranjas nas eleições de 2018. A pasta poderá ficar com o próprio Bezerra Coelho (MDB).

O desmembramento foi visto como necessário pelo ministro-chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni.

“O Ministério das Cidades se dedicava a questões mais urbanas, enquanto a Integração Nacional se concentrava em assuntos muito mais ligados a regiões específicas do país. Desta maneira, poderemos atender melhor às demandas da população”, declarou o ministro.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: