dom. jul 21st, 2019

Bolsonaro assina decreto novo decreto sobre armas e munições

A medida muda normas de aquisição, registro, posse, porte e comercialização. Colecionadores, atiradores esportivos e caçadores terão mais facilidade para adquirirem e transportarem os equipamentos.

Nesta terça-feira (07), o presidente da República, Jair Bolsonaro, assinou, durante uma cerimonia no Palácio do Planalto, um decreto para alterar as regras sobre o uso de armas e munições.

A medida muda normas de aquisição, registro, posse, porte e comercialização. Colecionadores, atiradores esportivos e caçadores terão mais facilidade para adquirirem e transportarem os equipamentos.

Durante seu discurso, o presidente apresentou alguns pontos do decreto:

  • direito à compra de até 50 cartuchos por ano passará para até mil cartuchos por ano;
  • o proprietário rural poderá usar armas em todo perímetro da propriedade;
  • colecionadores, atiradores e caçadores poderão transitar com arma com munição quando se dirigirem ao local de caça e de tiro, por exemplo;
  • praças das Forças Armadas com dez anos ou mais de experiência terão direito ao porte de arma.

O ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, disse que o decreto garante a caçadores, atiradores desportivos e caçadores o direito de transitar livremente no país.

“O nosso decreto não é um projeto de segurança pública. É, no nosso entendimento, algo mais importante. É um direito individual daquele que, porventura, queira ter uma arma de fogo, buscar a posse, que seja direito dele, respeitando alguns requisitos”, declarou Bolsonaro.

Observe como foi a cerimônia:

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: