dom. jun 16th, 2019

Folha de São Paulo faz acusação a Ônyx Lorenzoni vazia e sem provas

Tudo pode não passar de ‘história da carochinha’. Uma vez que o centrão faz chantagens e entraves para a aprovação da Nova Previdência e os jornais que publicaram a ‘notícia’ são todos inimigos do Governo Bolsonaro. Até que se prove algo, a suposta denúncia é vazia.

Em matéria publicada ontem (24) o Jornal Folha de São Paulo -notório inimigo do Governo de Jair Bolsonaro- acusou o Ministro-Chefe da Casa Civil, Ônyx Lorenzoni, de comprar apoio no congresso através de emendas parlamentares.

Segundo a matéria, seis líderes partidários teriam afirmado ao jornal que a proposta foi feita semana passada durante encontro na casa do Presidente da Câmara, Rodrigo Maia. Seriam pessoas ligadas ao chamado ‘centrão’, dos partidos: PP, PSD, DEM, SOLIDARIEDADE, PR e PRB.

A questão central é que esses partidos são fisiológicos e nada se sabe sobre a proposta, se é real ou somente um joguete com o governo a fim de conseguirem o que querem -exatamente esse tipo de repasse antiético e imoral que Jair Bolsonaro prometeu cortar durante sua campanha.

Assim, denegrindo a imagem do Presidente da República, eles conseguem (na verdade, tentam), ao mesmo tempo, forçá-lo a negociar, ceder ou jogam balões de ensaio para atordoar o trâmite da proposta e gerar crises internas no governo -tal qual estão fazendo com o problema do Vice-presidente, General Hamilton Mourão (PRTB-RJ).

A intenção dos partidos fisiológicos é, desde o início, atrapalhar a aprovação e tramitação da Reforma da Previdência, a fim de que o Governo libere as verbas mesmas que eles agora acusam Ônyx Lorenzoni haver oferecido, ou seja, querem forçar o Governo a aderir ao antigo método do ‘toma lá – dá cá’, abolido por Bolsonaro, através desse tipo de denúncia vazia e sem provas, que os jornais inimigos do Governo adoram publicar.

Confirma o que observamos acerca do comportamento do centrão aqui. E, sobre os métodos de negociação do novo governo, republicanos e patrióticos, aqui.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: