sex. abr 26th, 2019

Pastor progressista, defensor da Teologia da Missão Integral, propõe releitura Bíblica

Tomado pelo progressismo cristão, Ed René Kvitiz, em artigo para a Revista Veja, pastor da Igreja -de elite- Batista da Água Branca (IBAB), em São Paulo, defende que haja uma reinterpretação dos textos bíblicos por serem machistas e misóginos.

Segundo ele, há um forte elemento machista na interpretação de textos e deveríamos buscar uma igualdade entre gêneros e a cultura antiga, na qual a Bíblia se baseia, é extremamente desvalorizadora da mulher.

Ed René é ligado a um pensamento teológico revolucionário chamado Teologia da Missão Integral. Ela não chega a se assumir Marxista, como a Teologia da Libertação, mas contém elementos do pensamento de Marx em seu bojo.

Ademais, a interpretação histórica da TMI e da TL é a mesma (tanto que ambas surgem no período da guerra fria e com as mesmas críticas às obras missionárias empreendidas nas Américas, além de elementos imperialistas e visão de preferência divina pelos pobres e desamparados).

A visão histórica de formação do Brasil dos teólogos que as defendem, por exemplo, é a mesma visão de classes marxista -onde você tem um poder imperialista, que sobrepuja outra nação/classe.

Um dos mais proeminentes nomes da Teologia da Missão Integral, e amigo íntimo de Ed René, é Ariovaldo Ramos. Assumidamente petista, o pastor chegou a ajudar Kvitiz em sua igreja durante um período e esteve ao lado de Lula no comício que marcou sua prisão.

observamos algumas ligações da TMI com pensamentos e ideologias de esquerda e globalistas, realizamos palestras sobre o tema e temos tentado alertar os perigos da Teologia da Missão Integral, tão ou mais perniciosa que a Teologia da Libertação.


Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: