qua. mar 20th, 2019

URGENTE: Infiltrado no MEC, Coronel Roquetti agia contra o Ministro Vélez Rodrigues e queria transformar ministério em entreposto tucano

Coronel Ricardo Roquetti é o homem de gravata atrás de Ricardo Vélez Rodrigues.

Infiltrado no MEC, Coronel Roquetti agia contra o Ministro Vélez Rodrigues, afastando aliados do governo, para manobrá-lo segundo critérios da mídia, transformando-o em um entreposto tucano. A intenção é sabotar iniciativas como a Lava-Jato do MEC.

Roquetti agia contra o Ministro, trazendo para dentro do MEC pessoas ligadas ao PSDB -partido de esquerda, coligado ao PT em diversos estados do Brasil, como São Paulo por exemplo– para puxar o tapete de conservadores e pessoas ligadas ao Filósofo e amigo do Ministro da Educação, Olavo de Carvalho.

Ele começou puxando o tapete de Antônio Flávio Testa, cientista político escolhido a dedo pelo próprio Ministro Ricardo Vélez Rodrigues. Após isso, começou a fazer reuniões à portas fechadas com Luiz Antônio Tozi -homem ligado ao PSDB-, o qual ele mesmo puxou para o Ministério com a desculpa de que era um técnico do ensino. A partir destas reuniões surgiram algumas mentiras relacionadas ao próprio Olavo de Carvalho.

Ademais, propostas como a eliminação do Conselho Nacional de Educação (composto por pessoas ligadas a instituições como CUT, MST e LGBTs) foram sabotadas. A partir de ações como estas, críticas advindas de pessoas próximas ao Filósofo e seus próprios alunos, surgiram. E, na base de tudo isso, está justamente o isolamento de Vélez arquitetado por Roquetti.

Para se proteger de uma iminente queda, ele começou a sabotar diversas pessoas, manobrando até mesmo assessores do Ministro, o que incluiu até o chefe de gabinete. Nisto, passou a compor o gabinete com pessoas dele, ligadas a Tozi ou diretamente ao PSDB.

Com a viagem de Vélez, que durará 22 dias, Roquetti será o substituto e assumirá o Ministério. Pessoas ligadas a universidades particulares, que fazem lobby para pegar dinheiro fácil no PROUNI, já pressionam pelo boicote e fim da Lava-Jato da educação.

Olavo de Carvalho tem alertado tanto o Presidente Bolsonaro, como seus ministros (a exemplo de Vélez Rodrigues e Ernesto Araújo), sobre traidores do governo dentro da própria máquina, instalados como cânceres dentro de um organismo humano, destruindo-o desde dentro.

Coronel Ricardo Wagner Roquetti é o Gustavo Bebianno do MEC, e Vélez está no mesmo papel que Bolsonaro esteve, sendo sabotado pelo próprio subordinado.

O traidor de Ernesto Araújo, exonerado nesta semana porque criticou O Presidente Bolsonaro, Olavo de Carvalho e o próprio chanceler, Paulo Roberto Almeida, orientou Coronel Roquetti. Ele manobrou para estar no gabinete de Vélez justamente para se aproximar e lhe dar uma facada pelas costas.

5 thoughts on “URGENTE: Infiltrado no MEC, Coronel Roquetti agia contra o Ministro Vélez Rodrigues e queria transformar ministério em entreposto tucano

  1. O RUMO DA RUA.

    Qdo o “distinto” coronél Roquetti vai pegar o mesmo rumo do Sr. Paulo Roberto Almeida e o outro “distinto” Bebiano.

  2. isso é grave , e espero que o presidente não pense duas vzs e exonerar esse coronel traíra do caralho , chegou a hora de Bolsonaro jogar duro , o povo verde e amarelo já esta mobilizado contra essa mídia comunista , mas tbm estamos de olho nos traíras que estão nas trincheiras do capitão , fora Roquete.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: