qua. dez 19th, 2018

Sorria,você está sendo enganado: Bolsonaro não tem 22 ministérios em seu governo.

Por: Ítalo Toni Bianchi

A grande imprensa anda propagando uma ideia falsa de que Bolsonaro reduziu os atuais 29 ministérios do governo Temer -que chegaram a incríveis 39 durante Dilma Roussef!-, para 22 em seu mandato. É claro, falam isso sempre ressaltando sua promessa de campanha, onde ele afirmava que trabalharia com um número reduzido a 15 ministérios. A intenção clara é desgastar o presidente eleito, de maneira que ele pareça estar descumprindo a promessa feita outrora -isso quando não dizem que ele está fazendo conchavos e barganhas, outra coisa que prometeu não fazer, e que de fato não está fazendo mesmo.

Bem, e de onde tiraram esse número de 22, então? Simples, estão aglutinando numa lista só ministérios e secretarias de governo, além do Banco Central, que por lei deve ter status de ministério. 

As secretarias, são 4: secretaria geral, secretaria de governo, casa civil, gabinete de segurança institucional. Além delas, há o Banco Central e a advocacia geral da união (que não se enquadrariam perfeitamente nessa denominação de secretarias, mas também não são ministérios). Órgãos ligados diretamente ao Palácio do Planalto, portanto instalados nele, são 4 também: vice-presidência, gabinete do presidente, assessoria especial e assessoria de comunicação.

Deste modo, sobram 16 pastas denominadas e realmente com função de ministérios, conforme segue: economia (Paulo Guedes), meio ambiente (a definir), agricultura (Tereza Cristina), mulher, família e direitos humanos (Damares Alves), ciência e tecnologia (Marcos Pontes), relações exteriores (Ernesto Araújo), defesa (General Fernando Azevedo e Silva),  cidadania (Osmar Terra), educação (Ricardo Velez Rodrigues), saúde (Luiz Henrique Mandetta), justiça e segurança pública (Sérgio Moro), turismo (Marcelo Álvaro Antônio), infraestrutura (Tarcísio Gomes de Freitas), desenvolvimento regional (Gustavo Canuto), transparência (Wagner Rosário) e minas e energia (Almirante Bento costa Lima).

Jair Messias Bolsonaro prometeu enxugar a máquina pública, e mostrou compromisso com a promessa, o que, automaticamente, gera menos gastos no governo e para nós pagadores de impostos. Não chegou nos 15 que gostaria, mas ficou em 16. No entanto, as secretarias e instituições que estão ligadas à administração federal ainda assim ficaram reduzidas, quando comparadas aos últimos governos. 

A intenção da imprensa é difamar o presidente e enganar você, para que seu laço de confiança depositado na urna para com ele seja quebrado/enfraquecido. Fique atento, manipular palavras, tergiversar e sonegar/fraudar informações é a especialidade de alguns profissionais de mídia dispostos a jogar contra o país e favor de sua ideologia.

1 thought on “Sorria,você está sendo enganado: Bolsonaro não tem 22 ministérios em seu governo.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: