ter. jan 22nd, 2019

Entrevista com Doutor Cláudio Miranda – OBSERVATÓRIO BRASIL

Doutor Cláudio Miranda

O Observatório Brasil, conseguiu mais uma entrevista exclusiva com um candidato à Deputado Federal por São Paulo. Dessa vez, entrevistamos o Doutor Claudio Miranda, candidato pelo PRP (Partido Republicano Progressista) com a numeração 4411. Miranda já foi vereador por dois mandatos na cidade de Jundiaí, além de ter sido Secretário de saúde na mesma cidade entre 2013 e 2014. Também foi Secretário de Saúde na cidade interiorana de Paulínia durante o ano de 2017.

Com 62 anos, casado há 38 com Ester e membro da Igreja Batista Casa de Deus em Jundiaí, Miranda respondeu ao Observatório algumas perguntas pertinentes a um possível mandato, e, também, sobre o cenário político atual e futuro. CONFIRA:

 

Observatório Brasil: Em quais áreas o senhor pretende trabalhar se chegar à Câmara dos Deputados?

Doutor Cláudio Miranda: Além de trabalhar firme na elaboração e aprovação de legislação de combate à corrupção e aos privilégios de agentes públicos, as 3 bandeiras principais são:

– DEFESA DA VIDA . Especialmente, trabalhar contra às mudanças pretendidas na legislação que condena o Aborto, que preferimos chamar de Feticídio , pois é, na verdade, o homicídio do feto. Também ações efetivas e fortes contra a Ideologia de gênero e a Pedofilia. Quando Vereador, fui autor da Lei que criou o Dia Municipal do Nascituro e fizemos ações de apoio à aprovação do Estatuto do Nascituro, que ainda tramita em Brasília. Vamos trabalhar pela aprovação do Estatuto do Nascituro.

– DEFESA DO COOPERATIVISMO : O Cooperativismo é uma modalidade ética de Economia , que gera e distribui riqueza, sem exploração das pessoas. A primeira Lei Municipal de Incentivo ao Cooperativismo do Brasil é de nossa autoria, em Jundiaí.

– DEFESA DO SUS ( SISTEMA ÚNICO DE SAÚDE) : Durante minha atuação como Secretário da Saúde de duas cidades (Jundiaí e Paulínia) pude entender a amplitude e importância do SUS, bem como suas dificuldades. Os principais problemas do sistema são o subfinanciamento e a gestão ineficiente. Porém, segue sendo modelo para o mundo em muitas áreas, como , por exemplo, as Imunizações ( vacinas), assistência farmacêutica, Transplantes, Banco de Leite Humano, etc. Como exemplo, basta citar que mais de 90% dos transplantes de órgãos no Brasil são realizados pelo SUS, que provê inclusive os medicamentos utilizados. Serei um defensor do SUS.

 

Observatório Brasil: Com quais ideais o senhor sente mais proximidade: esquerdistas ou direitistas? Por quê?

Doutor Cláudio Miranda: Sou um político de Centro-direita, assim como meu Partido (PRP). A esquerda, embora tenha o discurso de justiça social, defende regimes totalitários e propostas antibíblicas (ideologia de gênero, união homo-afetiva, liberação de drogas e enfraquecimento da família).

 

Observatório Brasil: Quais projetos o senhor acredita que apoiaria, ou que estão mais próximos das suas concepções, dentre os candidatos à presidência (por exemplo: as privatizações de Amoêdo, as propostas econômicas e de segurança pública do Bolsonaro, limpar os nomes no Serasa do Ciro Gomes, etc)?

Doutor Cláudio Miranda: As propostas econômicas com as quais mais me identifico são as de Amoedo (propostas liberais). Defendo o enxugamento do Estado, que gasta muito e gasta mal. O brasileiro paga muito imposto e não recebe do Estado a contrapartida devida. O Estado deveria cuidar do essencial ( Saúde, Educação e Segurança), deixando as demais áreas à iniciativa privada, através de concessões e parcerias.

 

Observatório Brasil: O que o senhor acha a respeito do que está acontecendo em Venezuela?

Doutor Cláudio Miranda: A Venezuela é um exemplo prático do que é capaz de fazer um governo socialista e não democrático. Há poucas décadas era o país mais próspero da América latina e hoje é o mais miserável. A volta de um governo de esquerda no Brasil pode nos levar para o mesmo caminho.

 

Observatório Brasil: Qual (ou quais) problema (s) o senhor enxerga como os mais urgentes para o Brasil atualmente? E para o Estado de São Paulo?

Doutor Cláudio Miranda: O principal desafio do novo governo será colocar em ordem as finanças públicas. Tanto a recessão quanto o desemprego, os problemas da Previdência, da Saúde, etc, somente serão corrigidos se o desafio fiscal for enfrentado e resolvido.

 

Observatório Brasil: O senhor gostaria de deixar alguma mensagem para os possíveis eleitores ou público evangélico?

Doutor Cláudio Miranda: É hora de orar e buscar a Deus pelo país. As orações dos justos, nós sabemos, podem muito em seus efeitos. De modo algum anular o voto ou não votar. Esse procedimento não vai punir os maus políticos, pelo contrário. Procure votar em quem defende aquilo que você também defende.

Domingo é dia de votação, então, vote CONSCIENTE!

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: