qua. dez 19th, 2018

Plano de Governo Bolsonaro (PSL) – Parte II

Nós, do Observatório Brasil, fizemos um resumão do Plano de Governo do candidato Jair Messias Bolsonaro  -disponibilizado na íntegra no aplicativo do PSL: “Voluntários da Pátria”. Separamos todo o plano em 5 partes resumidas, com isso, você poderá ter acesso, de modo rápido e conciso, ao que o candidato pensa e propõe como solução para problemas nas mais amplas áreas do governo. Quer você vote nele, quer não, vale a pena conferir o que pensa e quais propostas tem Bolsonaro e sua equipe para o Brasil.

Acompanhe a segunda parte:

-Segurança e combate à corrupção:

*No Brasil 786 Mil pessoas foram assassinadas entre 2001 e 2015, na guerra do Iraque entre 2003 e 2017 foram mortos 268 Mil, na da Síria entre 2011 e 2017 330 Mil;

*Armas são instrumentos, objetos inertes, que podem ser usados para matar ou salvar vidas, depende de quem as está segurando: pessoas boas ou más. Um martelo não prega, uma faca não corta, sem uma pessoa…

*EUA, Áustria, Canadá, Suécia, Suíça, Israel são países onde existe uma arma de fogo na maioria dos lares. Os índices de homicídios são muito menores que no Brasil. Canadá são 600, Israel 110 e Suíça 40 homicídios por ano!

Já a Venezuela, que aumentou a restrição às armas da população civil, está com o dobro de homicídios do Brasil: quase 60 por 100 Mil. Com 31 Milhões de habitantes, matam 17 Mil por ano! Seria como 120 Mil homicídios no Brasil por ano!

*Aliás, o avanço das drogas e da esquerda são prevalentes nas regiões mais violentas do mundo: Honduras, Nicarágua, El Salvador, México e Venezuela (onde há forte restrição à população ter armas);

*A melhora substancial da violência na Colômbia foi resultado da derrota das FARC (que abertamente vive do tráfico de drogas). Além disso, as FARC participaram do Foro de São Paulo, fundado pelo PT e pelo ditador cubano Fidel Castro. A verdade é que o número de homicídios no Brasil passou a crescer de forma consistente a partir do 1° Foro de São Paulo, no início dos anos 1990. Houve até ‘Bolsa-Crack’ em cidades brasileiras administradas pela esquerda, como em São Paulo, por exemplo.

*A guerra ao crime no Brasil será vencida! NOSSOS HERÓIS SERÃO LEMBRADOS!

Enquanto a esquerda está preocupada com a morte associadas às ações policiais, segundo a OPB, foram mortos 493 policiais em 2016! 552 em 2017! São heróis nacionais que tombaram e foram esquecidos pelos atuais governantes. Um dos compromissos será lembrar o nome de cada um desses guerreiros, suas famílias homenageadas e cada um desses heróis terá seu nome gravado no panteão da Pátria e da Liberdade!

*Os estados brasileiros onde mais se prende são os que mostram avanços. Vamos investir fortemente em equipamentos, tecnologia e capacidade investigativa, prender e deixar preso, sem progressão de pena e saídas temporárias, reduzir maioridade penal para 16 anos, reformar o estatuto do desarmamento para garantir legítima defesa sua e de seus familiares, propriedades e terceiros, policiais protegidos por uma retaguarda jurídica, através de excludente de ilicitude, tipificar como terrorismo a invasão de propriedades rurais e urbanas no território brasileiro, retirar da constituição qualquer relativização da propriedade privada, redirecionamento da política de direitos humanos, priorizando a vida das vítimas da violência.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: